Willis de Castro: A Conquista do Espaço

WILLIS DE CASTRO: A CONQUISTA DO ESPAÇO

Willis de Castro (Uberlândia, MG, 1926 – São Paulo, SP, 1988) abandonou a profissão de químico e optou por ser artista autodidata.  À margem das instituições e do sistema de arte, participação excepcional no neoconcretismo brasileiro junto com Hélio Oiticica e Ligia Clark. Sempre engajado e inovador, sua obra questiona a posição do artista e da obra de arte de forma sutil e ao mesmo tempo radical. Instaura dúvidas, revela surpresas, geometriza a realidade. Expande o espaço. Seu interesse estético amplo estendeu-se por vários domínios artísticos. Além da pintura e do design, trabalhou com música, poesia concreta, crítica de arte, moda, cenografia e figurino. Investigar a vida deste artista é, também, de alguma forma, resgatar a figura de um artista completo, no melhor sentido.